Reformar a previdência não é uma questão política ou ideológica: é uma questão de racionalidade econômica

Inicio esse texto dando a mim a liberdade de fazer uma confissão pessoal: poucas coisas me irritam tanto no país quanto a deletéria presunçosidade do brasileiro médio de ter opiniões superficiais e carregadas de achismos sobre assuntos que ele visivelmente conhece muito pouco ou poderia ser classificado, sem a menor intenção ofensiva, como leigo. É … Continue lendo Reformar a previdência não é uma questão política ou ideológica: é uma questão de racionalidade econômica